Foi dada a largada da festa mais popular de nosso país, a maior manifestação cultural 🎤🎭✨🎉✌😀🎶🎩

Tambores, tamborins, todos os instrumentos musicais aquecendo... Seja na Sapucaí, em retiro, dentro de casa, do outro lado do mundo, no meio do mato, na praia, na fazenda ou numa casinha de sapê, curta e aproveite como pode, lembrando que cautela e canja de galinha não fazem mal à ninguém. Que comecem os jogos. Salve, sempre !!!

" O baticum continuava, os homens dos instrumentos estavam entre os dançarinos, a sala estava de cabeça para baixo, estava de lado, de repente estava certa, logo depois não estava mais, eles estavam era no teto. Os fifós ainda atrapalhavam mais. Dançavam sombras também e elas dançavam na parede, gigantescas, espantosas. O chão desaparecera, os pés não sentiam mais, só se sentia o corpo que era tocado e trazia uma faísca de desejo.

As mulheres eram de mola, quebravam o corpo todo no mexido, as ancas aumentavam, as nádegas remexiam sozinhas, como se tivessem uma vida à parte do corpo. Dançavam os homens, as mulheres, as sombras e a luz do fifó.

Desaparecera a sala, desaparecera a luz, não se via mais nada. Só ficara o baticum, o cheiro doce do fumo e os umbigos que se encontravam, desapareceu também o desejo, desapareceu tudo, e agora é pura dança."

(Trecho do Romance 'Jubiabá' de Jorge Amado de 1935).


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo