July 18, 2018

May 25, 2018

Please reload

Posts Recentes

Reiki

December 14, 2016

1/5
Please reload

Posts Em Destaque

29 de Abril - Dia Internacional da Dança

April 29, 2017

 

A dança é uma das mais antigas manifestações corporais do mundo e ela sempre esteve na minha vida, para ser mais precisa desde os 7 anos. 
Entre ensaios, aulas, festivais, grupos, viagens, estudos, calos, joanetes, choro, sorrisos, palcos e por aí vai chegou um momento em que os caminhos me levaram para bem longe disso (acredito que algumas pessoas podem e vão se identificar com isso também).

 

Vida, ciclos da vida. Confesso que achei que as sapatilhas haviam sido aposentadas, mesmo eu não sendo aquela tradicional bailarina clássica, o meu estilo sempre foi o mais livre, solto, essa é até hoje minha vibe! 

Mas não tem jeito. A dança quando está em você, em teu DNA, te puxa de volta, como missão de vida, quem dança, trabalha com isso, vive ou até respira entende bem que não é possível deixar para lá algo que está em você.
 

Dançar é arte, é natural, com ou sem técnica, com ou sem valorização, seja no palco de teatros ou palcos da vida, com ou sem platéia, se está em você, se é orgânico, é vital, simples assim !

Dançar para mim é terapêutico, o corpo responde ao estímulo da dança, do som, até no silêncio se for o caso, o movimento é mais inteligente até que o cérebro. 
Fazer, praticar é melhor que tentar entender e acho que exatamente por isso ela me trouxe de volta para esse caminho, de "volta ao lar", para o resgate da conexão, enxergar de uma outra forma e ângulo, da maneira de poder usar a Dança para me ajudar e ajudar o outro. 

 

Sou dançarina, ser dançante, bailarina da vida, do sagrado, do mundo. Tudo se funde, se confunde, sou uma eterna buscadora.

Desde os 16 anos sou Artista Bailarina, e hoje, Dançaterapeuta, e Focalizadora de Danças Circulares, com método autoral de unir conhecimentos da vida com as técnicas aprendidas.

 

Nas Danças Circulares, dançamos de mãos dadas, dançamos distintas tradições, culturas, pessoas que se integram para criar a unidade interna e ir para fora, amor em movimento. Celebramos a diversidade e a unidade ao mesmo tempo, a inclusão, onde todos são iguais.  Com esse movimento curativo e poderoso juntamente com a combinação de diversas terapias e vivências, colaboro na condução da energia gerada pelo movimento do corpo, indo para o "mundo" de uma forma consciente e benéfica, vivências, meditações e reflexões em movimento para o autoconhecimento.

 

E hoje, 29 de Abril no mundo inteiro comemoramos o Dia da Dança e eu, comemoro mais ainda, celebro a vida, brindo, honro e louvo a Dança. Comemoro as escolhas que tenho feito e esse caminho lindo de " volta para a casa", o caminho da Dança como cura da vida, como cura da alma!

 

Dancemos, pois! Até 'quando as minhas pernas não puderem aguentar...'

Viva a Dança, Dança viva !

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Arquivo

​©Dea Reis - Facilitadora Criativa - Criado por Merakí Comunica